Débito automático no cartão de crédito ou na conta-corrente?

Hoje recebi uma ligação telefônica de um funcionário de uma empresa de TV por assinatura, falando que a fatura com vencimento esse mês, que eu tinha colocado para débito automático na fatura do cartão de crédito, não estava quitada. Estranhando tal fato, pois eu já tinha contabilizado essa despesa para esse mês, resolvi checar no Internet Banking se a cobrança havia ou não sido efetuada. Para minha surpresa, de fato, não houve o registro do débito no cartão de crédito.

Isso ocorreu devido ao fato de que o cartão onde estava sendo debitado o valor da mensalidade da TV por assinatura teve que ser cancelado por ter sido clonado. Então, eu pedi um cartão novo. Ocorre que os débitos automáticos que estavam ocorrendo no cartão antigo não foram repassados para o cartão novo de forma também “automática”. Devido aos transtornos com o cartão clonado, eu tive que refazer os procedimentos de débito automático na fatura do cartão de crédito para outras cobranças, e não me lembrava se essa fatura da TV por assinatura estava dentre elas.

Toda essa situação me fez refletir sobre as vantagens e desvantagens de usar o débito automático nas duas modalidades mais comuns: débito em conta-corrente e débito em cartão de crédito. O débito automático no cartão de crédito tem a vantagem de poder acumular pontos no programa do cartão, para posterior resgate por prêmios, como milhas aéreas (= passagens-prêmio). Por outro lado, se o cartão for clonado, há a desvantagem de o cliente ter que refazer o processo de colocar a cobrança em débito automático (pelo menos no meu banco foi assim…).

Já o débito em conta-corrente é mais simples. Não há esse risco de a conta ser “clonada”, porém, deve-se atentar para o fato de que a conta-corrente precisa sempre estar com saldo suficiente para quitar o débito no dia do vencimento, além de não gerar pontos no programa do cartão. Por outro lado, alguns bancos incentivam o uso do débito automático no programa de relacionamento com o cliente, permitindo que ele acumule pontos por cada débito automático cadastrado, o que pode ajudar na conquista de redução de mensalidades da tarifa de serviços mensais, podendo mesmo chegar até à isenção, o que significa uma bela economia todo mês.

Em ambos os casos, há vantagens para o cliente, que não precisa se preocupar em ficar controlando o pagamento mensal de suas contas, já que elas têm data certa para ocorrer. Ou seja, ganha-se tempo para fazer outras coisas, e garante-se a pontualidade no pagamento de contas, evitando a incidência de multa, juros e demais encargos decorrentes do atraso no cumprimento da obrigação.

Penso que o débito automático é um importante instrumento para controle das despesas financeiras, e seu uso, que é sempre opcional e disponibilizado por praticamente todas as instituições financeiras, deve ser ponderado dentro daquilo que traga mais benefícios e tranqüilidade para o perfil da pessoa que irá utilizá-lo. 😀

É isto aí!

Um grande abraço, e que Deus lhes abençoe!

Anúncios

0 Responses to “Débito automático no cartão de crédito ou na conta-corrente?”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Mais Acessados

  • Nenhum

Calendário

maio 2009
S T Q Q S S D
     
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos

Acessos

  • 587 visitas

Páginas

maio 2009
S T Q Q S S D
     
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos


%d blogueiros gostam disto: